Bagre e Curralinho são os municípios que mais cresceram no Marajó

0

 

img-20160903-wa0009

Nas fotos de Nazareno do Cuia, feitas do alto da torre da VIVO, dois aspectos da cidade de Curralinho, o primeiro o campo, mostrando a expansão das ruas e a de baixo a cidade de frente ao Rio Pará.img-20160903-wa0008 A população do Arquipélago do Marajó ultrapassou o número de 570 mil pessoas distribuídas em 16 municípios e Breves continua liderando com quase cem mil habitantes, seguido de Portel com 59 mil moradores. Os números foram divulgados através de estimativa populacional elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) datada de julho deste ano coloca o Marajó com crescimento de mais de 2% ultrapassando a taxa média do Estado que é de 1,25%. 

A direção da Associação dos Municípios do Marajó (Amam) avalia que a interligação do Marajó com o sistema nacional de energia renovável, que já beneficiou quase metade dos municípios; a valorização dos produtos da floresta como madeira, açaí, palmito e essências; os investimentos em educação, saúde e programas sociais são fatores importantes para esse aumento demográfico. Pesa ainda a melhoria dos transportes fluviais mais seguros e com menor tempo de viagem, viabilizando o turismo e negócios.

O presidente da Amam, Cledson Rodrigues, prefeito de Bagre, comemora o maior índice de crescimento entre os municípios atingindo 5,72% seguido por Curralinho com 4,08% e Ponta de Pedras com 3,84%.

A prefeita de Ponta de Pedras, Consuelo Castro, reconhece que a natalidade entre as famílias marajoaras contribui para esses bons índices mas há um crescente êxodo de famílias deslocando-se para o Marajó graças à crescente demanda por mão-de-obra mais qualificada e até pelo fator de uma vida mais tranquila.

O prefeito de Muaná, Murilo Guimarães, comemora a terceira colocação com quase 39 mil moradores e acredita que em breve o município terá uma cota maior do FPM que vai permitir maiores investimentos na cidade.

Fonte: O Liberal.

 

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.

Acessibilidade
Acessibilidade